• Carol

Hospedagem em um veleiro em Paraty

Hello pessoal,

Quero dividir uma experiência muito legal que tivemos e que as vezes é complicado de achar muitas informações por ai.

Veleiro Terabitia
Veleiro Terabitia – Paraty (Fonte: Airbnb)

Como já contei, o Gabs fez aula de vela na Guarapiranga e é super envolvido nesse assunto, mas não tinha tido a oportunidade de navegar em águas salgadas ou ver como funciona em veleiros maiores, como é dormir, se alimentar e etc. Então no aniversário dele eu – uma companheira exemplar, modéstia parte – dei esse presente para ele.

Velejando Paraty
Relaxando entre paradas

O aluguel do barco é chamado de charter, e caso já tenha o Arrais, habilitação para navegação), pode ficar no barco sozinho, mas se não for o caso, deve ser contratado também o skipper, que são os capitães de pequenas embarcações.

Paraty é um lugar muito especial e não é pra menos que muitas pessoas que optam pela vida náutica tenham se enraizado por lá.

Velejando em Paraty
Água verde e muita natureza

A região tem mais de 200 ilhas e centenas de praias, sendo que não é possível chegar a pé ou mesmo de carro nas melhores delas, tornando o barco o melhor transporte possível por lá.

Em Paraty ou em qualquer outra região, é importante entender que o veleiro tem uma vibe bem diferente da sua prima lancha. Você dificilmente vai encontrar músicas altas e pessoal dançando na proa, o objetivo é mais focado em aproveitar o silêncio e a natureza.


Nós tivemos a oportunidade de conhecer muitos lugares lindos em Paraty, um conselho é tentar fugir das escunas que fazem passeios com grande quantidade de pessoas e aproveitar a exclusividade do transporte para ir em lugares mais isolados que dá pra aproveitar mais.



Fim de semana no veleiro Terabitia

É importante deixar muito bem acertado em relação as refeições, no nosso caso levamos tudo o que íamos comer, mas não esperávamos que isso incluía a comida do skipper (que era o dono do barco) e ficamos bem preocupados pois levamos tudo contado, então não esqueçam de aceitar esses detalhes para evitar perrengues rs.


Refeições


Café da manhã: Levamos para dois dias e foi basicamente pão de forma, manteiga, ovos e café.

Almoço: Para o primeiro dia levamos marmitinha com arroz e frango que era só esquentar e no segundo fizemos hambúrguer (no forno já que fritura no ambiente fechado não ia rolar).

Jantar: Foi somente uma janta e fizemos pizza de frigideira, ou seja levamos somente os discos daqueles prontos, queijo, tomate e orégano.

Aperitivos: Para dar uma beliscada durante o dia levamos salgadinhos, uma caixa de chocolate e algumas bolachinhas.

Bebidas: Coca (vicio), cerveja e muita água (lembrando que a água é para beber e para cozinhar).

Estrutura

O barco que ficamos hospedados (gente é hospedado mesmo, tem horário de check in e check out inclusive), era bem grande.

Um veleiro de 36 pés, com 2 quartos na popa e 1 quarto na proa, 2 banheiros (1 suíte) e cozinha.

Como a minha irmã e meu cunhado foram junto, ficou cada casal em um quarto e o skipper no dele.


Temos somente que lembrar que você tem uma quantidade limitada de agua doce, que vai depender do reservatório do barco. Então os banhos tem que ser muito rápidos, assim como lavar a louça ou qualquer atividade que utilize água.



Quarto 1 Veleiro

Mesa para refeições e entrada de dois quartos
Cozinha


Custos

Bem, os custos podem mudar muito de acordo do tamanho e dos serviços oferecidos.

Nós pagamos R$ 2.742,00 para 04 pessoas com entrada as 09h00 no Sábado e retorno a marina as 17h00 no Domingo.

É possível realizar reserva inclusive pelo Airbnb hoje em dia.

Um dos maiores sites para charter, que tem diversas opções legais é a Wind Charter, exatamente pela fama e confiança, acaba ficando também mais caro do que fechar diretamente com alguma pessoa física.

Caso queiram ver mais videos e entender a dinâmica, entrem no destaque de vela no nosso Instagram que dá pra ver mais detalhes!


Carol ;)




5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo